Qual é primeira ferramenta que você precisa ter para ensinar Programação? Um computador, certo? Bem, não é isso que pensa Dan Shapiro, CEO do Google Comparison.

Dan queria encontrar uma maneira de transmitir aos seus gêmeos de 4 anos de idade sua paixão pela programação. “Eu acredito que programação é como um superpoder que você dá à garotada, uma forma de garantir que as inovações do futuro não vão deixá-los para trás”, diz ele.

Foi pensando nisso que ele criou o jogo de tabuleiro chamado Robot Turtles. O objetivo dos jogadores é usar cartões com instruções para conduzir as simpáticas tartaruguinhas por um labirinto e capturar jóias. Entretanto, enquanto movem as peças pelo tabuleiro, as crianças estão subliminarmente aprendendo princípios fundamentais de programação, como usar sintaxes limitadas para expressar ideias complexas, ordenar operações e “debuggar”, ou seja, desfazer instruções incorretas.

O jogo foi projetado para crianças a partir de 3 anos de idade, mas também é adequado para crianças maiores que podem experimentar regras mais difíceis, com os jogadores usando três cartões de cada vez, ao invés de apenas um, e assim precisando prever uma inteira sequência de movimentos.

Shapiro recorreu ao Kickstarter, um site de crowdfunding, para levantar fundos para produzir o Robot Turtles em escala comercial. Sua meta, para isso, era obter 25 mil dólares até o dia 27 de setembro. O resultado superou enormemente essa expectativa. No dia 7 de setembro, 20 dias antes do prazo, mais de 4 mil pessoas haviam contribuído com um total de mais de 170 mil dólares. Contribuições a partir de 29 dólares dão direito à compra do jogo com desconto e com 40 dólares é possível receber o jogo em casa, em dezembro, quando ele for produzido.

Robot Turtles

Share Button

Renato Carvalho

Designer, Mestre em Design de Tecnologias Educacionais pela Universidade de Toronto. Trabalha por uma Educação focada no estímulo à criatividade, colaboração, autonomia, iniciativa e pensamento crítico.

Deixe uma resposta